google-pixel-ifixit

 

O pessoal do iFixit publicou o seu tradicional processo de desmontagem do novo Google Pixel XL, modelo apresentado como “único” e com o seu toque especial, por dentro e por fora.

É inegável que, internamente, a experiência Android é limpa. Mas por fora ele é claramente inspirado no iPhone. E o próprio iFixit confirma isso.

Veja a imagem abaixo, e tire suas próprias conclusões.

 

pixel

 

O iFixit avaliou que o Google Pixel XL tem um nível de reparação de 6 em 10. A nota foi dada principalmente por conta da dificuldade de reparação de tela. Porém, os demais componentes parecem ser bem simples de substituir.

Os componentes mais interessantes do dispositivo é a sua bateria, com um módulo de 13,28 Wh que supera o iPhone 7 Plus (11,2 Wh), mas não o Galaxy S7 Edge (13,86 Wh). A bateria ficou por conta da HTC, que colaborou de forma profunda no que a Google chama de “melhor Android do mundo”.

 

google-pixel-ifixit-02

 

Pontos a favor

 

– Vários componentes modulares que são fáceis de serem substituídos
– A bateria não está muito colada, e é fácil de ser trocada
– Não são utilizados parafusos especiais

 

Pontos contra

 

– É muito complicado abrir o smartphone sem romper a tela, já que a mesma está sobre um suporte bem frágil
– Combinaram parafusos com um sistema de zonas de pressão que complica e muito o processo de desmontagem completa.

 

Para conferir o processo de desmontagem do iFixit, veja o vídeo abaixo.

 

 
Via iFixit