A Google agora tem instrumentos musicais. Bom, mais ou menos.

O Google Brain, departamento de inteligência artificial, apresenta o Google NSynth Super, um sintetizador experimental de código aberto baseado em Magenta, onde podemos criar música usando a inteligência artificial.

O Magenta analisa como a inteligência artificial pode ajudar as pessoas a serem mais criativas. Foi apresentado em 2017, e dele se deriva o NSynth (Neural Synthetizer), um conjunto de ferramentas de inteligência artificial e machine learning que são capazes de criar sons completamente novos a partir de sons existentes.

 

 

O NSynth Super nasceu da colaboração entre o Google Brain e o Hoogle Creative Lab. É um hardware que consegue captar características dos sons de alguns instrumentos para criar novos sons com atributos únicos.

O dispositivo não gera notas, mas sim sons reais e individuais com qualidades exclusivas, que combinados criam todo tipo de mixagens, criando novos sons baseados nas qualidades acústicas de um ou vários instrumentos.

 

 

O produto não está a venda, mas o objetivo é que cada um construa a sua unidade do dispositivo com as instruções disponíveis no GitHub. Todo o dispositivo se baseia em uma Raspberry Pi utilizando uma tela touch que permite a mixagens de sons, além de dials que ajustam seus parâmetros.

O NSynth Super pode se conectar a uma fonte MIDI, DAW, sequenciador ou teclado, onde é possível gravar nossas criações e utilizá-las posteriormente. Ou simplesmente brincar com elas.