Rick Osterloch, vice-presidente sênior de hardware da Google, confirmou na MWC 2017 que a empresa não pensa em renovar a sua linha de notebooks Pixel.

Apesar de contar com apenas duas versões no mercado, foi concebido para ser um Chromebook premium, como uma referência de design e hardware para os demais fabricantes.

Mesmo sendo uma inforamção clara, isso não quer dizer que a Google vai colocar um fim no Chrome OS, que tem grande sucesso em países como Estados Unidos, e que deve contar com uma longa vida no mercado em equipamentos de outros fabricantes.

Por outro lado, também não é o fim definitivo dos notebooks Pixel, mas sim uma “pausa temporária” que a Google pode suspender a qualquer momento.

Osterloh também confirmou que não pensa em disponibilizar o modelo atual em novas unidades no mercado.

Não há detalhes sobre o que levou a Google a tomar essa decisão, mas o contraste de preços entre o Chromebook Pixel e os modelos mais baratos pode explicar a medida.

 

Via TechCrunch