galaxy-gear-mano

A troca do Android pelo Tizen feita pela Samsung na segunda geração dos smartwatches Gear não foi uma notícia muito bem aceita pela Google. Mas eles pensam em solucionar esse problema em algumas semanas. Para isso, eles vão facilitar os desenvolvedores e fabricantes a enriquecerem a experiência do Android nos relógios inteligentes, com o lançamento de um SDK específico para essa categoria de produto.

Quem anunciou a novidade foi o próprio Sundar Pichai, durante a conferência SXSW. Para a Google, uma tarefa importante dentro do ecossistema Android é facilitar a comunicação entre os smartphones e os smartwatches/wearables que concentram seu serviço em sensores que devem enviar a informação de maneira adequada aos equipamentos Android. Assim a Google pretende que não se repita a mesma coisa que aconteceu com a Samsung, que mesmo sendo uma poderosa aliada para o Android, acabou optando pelo Tizen em seus relógios inteligentes.

A Google não quer que isso se repita com outros parceiros do sistema Android.

Via WSJ