Quer abrir uma startup de tecnologia? Então, saiba que a cidade onde ela deve ficar hoje é Kansas City (EUA). O motivo? A internet ultraveloz que a Google Fiber oferece por lá desde o ano passado. Na verdade, a oferta do Google é motivo de orgulho para os moradores da cidade, que podem agora chamar o lugar onde moram de “Silicon Prairie”.

Segundo informa o Associated Press, a presença da banda larga de altíssima velocidade do Google transformou Kansas City no lugar preferido daqueles que estão interessados em criar a sua própria empresa de tecnologia. Afinal de contas, nenhum segmento de mercado depende tanto da internet de alta velocidade quanto o próprio segmento de tecnologia, e por que não tirar vantagem daquela que é considerada a banda larga mais veloz dos Estados Unidos?

Com esse raciocínio em mente, a matéria da AP informa que diversas startups foram abertas em Kansas City nos últimos meses, e para baratear os custos, prédios residenciais oferecem salas para que jovens empreendedores trabalhem em suas ideias para a próxima grande empresa de tecnologia do mercado. Até porque essas startups não precisam de grandes salas para desenvolver seus projetos iniciais. Basta uma sala pequena, com uma mesa que comporte os notebooks, cadeiras… e a internet do Google Fiber, é claro!

A matéria também revela que a própria cidade de Kansas City está facilitando o processo de inclusão de novos empreendedores, oferecendo o aluguel gratuito para os novos profissionais por três meses, para que eles possam desenvolver os seus planos iniciais com uma relativa tranquilidade. Esses prédios ou residências contam com salas e cômodos especificamente preparados para os empreendedores, além de um dormitório adicional, para quem não quer pagar dois aluguéis ou descansar um pouco depois de longas jornadas de programação, ou até mesmo para os turistas que passam pela cidade, e querem ficar alguns dias para baixar o que quiser com a banda larga em altíssima velocidade.

Porém, se você pensa que Kansas City é o novo oásis da tecnologia, se engana. A matéria também revela que os profissionais que seguem para lá ainda encontram muitas dificuldades para levantar o capital necessário para seguir com o seu negócio. Alguns investidores até se interessam pelos projetos, mas alegam como dificuldades para seguir com o investimento o fato desses projetos ainda estarem em estágios iniciais e a distância da cidade para outros grandes centros de tecnologia dos Estados Unidos.

Via BGR.com