Google contra Fragmentação do Android

A fragmentação é o maior problema do Android nesse momento, e é consequência direta da enorme quantidade de fabricantes de dispositivos com o sistema operacional, que adicionam as suas personalizações visando uma identidade. A Google parece não estar disposta a jogar a toalha, e mesmo sabendo que é impossível acabar com o problema, entende que existe uma grande margem de melhora para amenizar o problema.

Tudo depende de um pequeno esforço dos envolvidos. Uma nova informação revela que a Google estaria elaborando listas entre os principais fabricantes de dispositivos Android, onde esses parceiros terão efetividade na hora de lançar novas versões do sistema operacional. As listas poderão ser publicadas para alertar usuários ou punir ou congratular os próprios fabricantes, dependendo do seu posicionamento nas mesmas.

Mas esta não é a única via contemplada pela Google, que estaria negociando com as operadoras para acelerar os processos de atualização. Algo louvável sim, mas uma coisa muito importante cai no esquecimento: seus interesses chocam frontalmente com os interesses dos fabricantes, e enquanto a gigante de Mountain View faz dinheiro com os aplicativos, os fabricantes lucram vendendo smartphones. E deixar ‘obsoleto’ um dispositivo é uma forma de ‘incentivar’ o consumo e favorecer as suas próprias receitas.

O conflito de interesse é claro, e coloca em evidência uma realidade clara: a fragmentação do Android é, de certo modo, consequência da própria estratégia dos fabricantes de dispositivos.

Via Neowin