google-buzz

Antes do Google+ chegar ao mundo, a gigante de Mountain View fez a sua estreia nas redes sociais com uma plataforma chamada Buzz, que não deu em nada. Em 2011, a Google decidiu acabar com o serviço em 2013, e nesse final de semana, eles resolveram “refrescar a nossa memória”, nos lembrando que a plataforma vai encerrar oficialmente suas atividades em 17 de julho de 2013, e se você tiver algum conteúdo salvo ou registrado por lá, ele será transferido para o Google Drive.

Esse processo vai ser feito em duas etapas. Na primeira etapa, serão salvos de forma privada e apenas para sua verificação todos os seus posts publicados na Google Buzz, tanto os privados quanto os públicos. Na segunda etapa, serão armazenados e disponíveis para consulta pública toda a informação que você deixou em aberto, à vista de todos.

Aqueles que estiverem interessados em bisbilhotar a sua vida na Buzz, vai poder fazer isso através de um link direto. As antigas publicações na Buzz farão com que o usuário seja automaticamente redirecionado nessa segunda área de armazenamento.

A Google lembra que os comentários escritos em artigos de outros usuários serão arquivados na conta do Drive do comentarista, e não podem ser apagados, uma vez que toda essa mudança se concretizar, no dia 17 de julho.

Nem eu mesmo me lembrava que tinha uma conta na Buzz ativa. Tanto, que recebi a tal correspondência, cujo conteúdo você pode ler na íntegra abaixo.

Caro(a) utilizador(a) do Google Buzz.

 

Em outubro de 2011, anunciámos que o Google Buzz iria encerrar. A 17 de julho de 2013 ou posterior, a Google procederá à última fase de encerramento e guardará uma cópia dos seus artigos do Google Buzz no Google Drive, um serviço de armazenamento de ficheiros online. O Google armazenará dois (2) tipos de ficheiros no Google Drive, sendo que os novos ficheiros criados não serão contabilizados para os limites de armazenamento.

 

  1. O primeiro tipo de ficheiro é privado, apenas acessível para si, com um instantâneo dos artigos públicos e privados doGoogle Buzz  criados por si.
  2. O segundo tipo de ficheiro contém apenas uma cópia dos seus artigos públicos do Google Buzz. Por predefinição, este tipo de ficheiro pode ser visto por qualquer pessoa com o link, podendo surgir em resultados de pesquisa e no seu Perfil do Google (caso tenha uma ligação para os seus artigos do Google Buzz). Nota: Os links existentes para os conteúdos do Google Buzz redirecionam os utilizadores para este ficheiro.
  3. Os comentários aos artigos de outros utilizadores apenas serão guardados nos ficheiros desses utilizadores, não nos seus. Assim que a alteração descrita neste email for definitiva, apenas o utilizador poderá alterar as definições de partilha desses ficheiros. Isto significa que se comentou num artigo privado de outro autor, este pode optar por tornar o artigo e os respetivos comentários públicos. Se pretender evitar essa possibilidade, elimine todo os seus conteúdos do Google Buzz agora.
  4. Os novos ficheiros do Google Drive apenas contêm comentários dos utilizadores que tenham ativado o Google Buzz no passado, mas não contêm comentários que tenham sido eliminados antes da transferência dos dados para o Google Drive.

 

Depois de criados, os ficheiros serão tratados como qualquer ficheiro do Google Drive. Pode fazer com eles o que bem entender, (por exemplo, transferi-los, atualizar a lista de pessoas que podem aceder ou eliminar os ficheiros.

 

Antes da criação destes ficheiros, pode ver aqui os artigos do Google Buzz criadas por si. Se não pretender guardar artigosou comentários do Google Buzz nos ficheiros do Google Drive, pode eliminar imediatamente a sua conta e dados do Google Buzz. 

 

Obrigado por utilizar o Google Buzz.