GoogleAllo

Já era esperado e amplamente especulado. A Google apresentou na Google I/O 2016 o Google Allo, seu novo aplicativo de mensagens instantâneas.

O Hangouts ficou para trás, sendo ultrapassado pelo WhatsApp, WeChat, Facebook Messenger, Telegram e Snapchat, além de ter uma reputação especialmente negativa no seu sistema operacional de referência, o Android. O Google Allo tenta resgatar o prestígio perdido, combinando as características principais dos aplicativos líderes na categoria: produção de mensagens de texto, envio de emojis ou stickers, envio de imagens, decorar imagens com comentários escritos à mão, entre outras funcionalidades.

allo_04

O Allo também incorpora uma característica engenhosa, que permite modificar o tamanho do texto simplesmente com um movimento de dedo para cima ou para baixo em uma barra de deslocamento, para ressaltar uma mensagem sem precisar escrevê-la em letras maiúsculas.

allo-whisper-shout

O Google Allo também tem uma função de resposta inteligente, que utiliza o sistema de aprendizagem automática para recomendar respostas, além de incluir uma integração com o Google Assistant e o Google Search. Com ele, será possível abrir os resultados de uma busca no Google sem sair do aplicativo.

allo_03

O aplicativo apresenta interessantes funções de segurança e privacidade. Todas as mensagens enviadas estarão codificadas de ponta a ponta, e também funcionará através de um modo anônimo, que oferecerá a eliminação das conversas ao sair do aplicativo. Vale destacar que o Allo é um aplicativo móvel ligado ao smartphone, permitindo a incorporação de contatos pela agenda de telefones sem a necessidade de ter uma conta Google para usar o serviço.

O Google Allo estará disponível nesse verão para dispositivos com Android e iOS. O único problema é a falta de foco da Google em sua estratégia, uma vez que o Hangouts se mantém vivo, o Spaces foi apresentado recentemente, o Google+ ainda não morreu, o YouTube conta com sistema de mensagens, o recurso de comentários do Google Fotos…