google

A Google decidiu se pronunciar sobre as medidas tomadas pelas autoridades turcas, e em seu blog oficial de segurança acusa o governo local de interceptar o seu serviço público de DNS, redirecionando os usuários para outros sites.

O artigo assinado por Steven Carstensen (engenheiro de software) informa que a Google se baseia em “várias fontes confiáveis” e pode confirmar a denúncia através de uma investigação própria, que indicava a interceptação dos seus serviços de DNS pela maioria dos provedores turcos de internet. O problema vai além, já que estes mesmos provedores configuraram seus servidores para “pular” os serviços da gigante de Mountain View.

Um servidor DNS se encarrega de dizer ao computador do usuário qual é exatamente o endereço do servidor que está buscando – seja YouTube, Twitter ou qualquer outro – de forma rápida e segura. Ainda que não apareçam explicações oficiais sobre o assunto, não é difícil de imaginar que a censura é uma das hipóteses mais fortes que pairam sobre a questão.

Via ZDNetPhys.org, Google