FTCSegurancaMobilidade

A Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (FTC) emitiu um documento de dez páginas para as oito maiores fabricantes do setor móvel (Apple, BlackBerry, Google, HTC, LG, Microsoft, Motorola Mobility e Samsung), onde estas teriam que revelar para a agência a forma que emitem as atualizações de segurança para fazer frente às vulnerabilidades em smartphones, tablets e outros dispositivos móveis.

O órgão regulador norte-americano foi muito crítico no passado com as práticas de segurança dos provedores de comunicações móveis, e entre outras informações, pede agora para as gigantes de tecnologia móvel:

– Os fatores que manejam decidir se corrigem uma vulnerabilidade em um dispositivo móvel em particular.
– Dados detalhados sobre os dispositivos móveis específicos oferecidos para sua venda aos consumidores desde agosto de 2013.
– Vulnerabilidades que afetaram os dispositivos
– Se a empresa corrigiu essas vulnerabilidades, e quando.

A Comissão Federal do Comércio também exige das empresas que descrevam em detalhes para os consumidores a cada um dessas questões:

– O período de tempo que um modelo específico do dispositivo será compatível com a versão do sistema operacional ou outras atualizações de funções que incluem atualizações de segurança.
– O período de tempo que um modelo específico do dispositivo será compatível com as atualizações de segurança, incluindo a frequência e o calendário das atualizações.
– Quando um modelo de dispositivo já não será compatível com a versão do sistema operacional ou outras atualizações de funções que incluem as atualizações de segurança.
– Quando um modelo específico já não é compatível com as atualizações de segurança.

A FTC afirma que está recompilando dados relativos às políticas, procedimentos e práticas para oferecer atualizações de segurança. O órgão regulador vai realizar um estudo sobre o assunto, além de prováveis normas de cumprimento.

Via Networkworld