650_1000_gartner

Que o mundo mobile devorou o mundo dos computadores, não há mais dúvidas. Todos os últimos relatórios trimestrais mostram isso. Em 2014, 88% das vendas de todos os dispositivos são atribuídas aos smartphones e tablets. Porém, as previsões para o futuro indicam um domínio ainda maior. 

O último relatório da Garnter revela que chegarão ao mercado 2.4 bilhões de dispositivos (entre computadores, notebooks, ultrabooks, tablets e smartphones), onde aproximadamente a metade deles contará com o sistema operacional Android. Em um momento onde temos muitos dispositivos híbridos aparecendo, as previsões desse relatório indicam que as vendas dos tablets vão superar as dos computadores. 

O relatório coloca no mesmo grupo os computadores tradicionais, notebooks, ultrabooks e híbridos. Espera-se que até o final de 2014 cheguem ao mercado 308 milhões de unidades, e em 2015, esse número é estimado em 317 milhões. Quando falamos dos tablets, dos 256 milhões que devem ser vendidos em 2014, esse número deve saltar para 321 milhões em 2015. Por mais que muitos considerem que teremos um “empate técnico” nas vendas, o fato é que a previsão aponta para uma vitória clara dos tablets nas vendas. 

Da mesma forma, podemos dizer que não veremos uma grande queda no mercado de computadores. A Gartner considera que o fim do suporte ao Windows XP e os ciclos de renovação darão uma sobrevida ao mercado (60 milhões de unidades no ambiente profissional). A queda de vendas em 2014 nesse segmento será de 2.9%, bem menos do que os números registrados entre 2012 e 2013 (9.5%). 

650_1000_1-2

É importante comentar que os estudos da Garnter estão baseadas nas unidades distribuídas em canais oficiais de venda. Ainda que exista uma relação direta com as vendas, já falamos aqui no blog em diversas oportunidades que as duas coisas não necessariamente querem dizer o mesmo. 

 

O Android domina graças ao mercado mobile

Em breve, veremos o Android em outros segmentos, como nas TVs ou carros. Mas por enquanto, se a indústria de computadores está estancada, o segmento mobile continua crescendo, e o Android tem muito a ganhar com isso. 

A Gartner entende que a Google tem como prioridade crescer nos mercados onde eles já são dominantes, e uma prova disso é a iniciativa do Android One. O próximo movimento de crescimento no mercado mobile está no conceito de preços baixos, mas com funcionalidades interessantes. E a Google já sacou essa estratégia a algum tempo. 

650_1000_2-1

Outra tendência clara é que os smartphones dominam há tempos o mercado que antes estava no controle dos celulares. Em 2014, as vendas totais devem representar 66% do total de telefones móveis vendidos, e em 2018, essa porcentagem será de 88%. 

Nas plataformas, o Android terá um crescimento de 30% em 2014, enquanto que o iOS ficará em 15%, número que pode melhorar com uma proposta de tela mais ampla (esperado para o segundo semestre). Sobre o Windows Phone, a previsão é que ele saia dos 4% previstos para esse ano, saltando (finalmente) para 10% em 2018. 

Via Gartner