acer-chromebook-13-cb5-311-acerwp-app-02-1

Segundo a recente análise da Gartner, as vendas de Chromebooks devem alcançar em 2014 a marca de 5.2 milhões de unidades. Esse número representa um aumento de 79% em relação aos números de 2013. Em 2017, esse número pode ser o triplo (14.4 milhões de unidades).

A competição no mercado de Chromebooks está intensificando os lançamentos entre os fabricantes, e agora que o mercado de PCs não cresce com a mesma força, a tendência é que essa nova oportunidade de negócios receba cada vez mais destaque. Até porque os Chromebooks são uma forma de ressuscitar o mercado de PCs abaixo da faixa de preço de US$ 300, que em um passado recente era ocupado pelos netbooks.

A demanda pelos Chromebooks é liderada pelo setor da educação nos Estados Unidos. A Gartner estima que aproximadamente 85% das vendas de Chromebooks em 2013 foram para esse setor. Além disso, das 2.9 milhões de unidades vendidas no ano passado, 82% foram comercializadas na América do Norte, que domina o mercado global.

Os Chromebooks são prioritariamente utilizados no setor de educação, mas também podem ser usados em setores específicos do mercado, como por exemplo bancos, serviços de finanças, agências de seguros e hotéis. Esse formato de computador incentiva o trabalho colaborativo e o compartilhamento de conteúdo. Quanto mais usuários trabalharem de forma colaborativa na nuvem, maior será a produtividade, e mais o Chromebook se fará presente em segmentos específicos.

A Samsung é líder no mercado global de Chromebooks, vendendo 1.7 milhão de unidades em 2013. A Acer, que tem 21.4% do mercado do ano passado, é a sua principal adversária, e é seguida de longe pela HP, com 6.8%, e pela Lenovo, com 6.7%.

Via assessoria de imprensa (Gartner)