garoto-usando-computador

Jani, um hacker de apenas 10 anos de idade, embolsou US$ 10 mil por ajudar a resolver uma falha grave no Instagram.

Ele descobriu um método onde era possível apagar os comentários de usuários. De todos eles. Jani reportou a vulnerabilidade ao Instagram, e como parte do programa de recompensas do Facebook, o garoto levou para casa US$ 10 mil. Sem falar que ele entrou para o Guinness Book Livro dos Recordes como o mais jovem a fazer algo semelhante: em 2013, um garoto de 13 anos chegou a descobrir vulnerabilidade de forma semelhante em outro software.

As recompensas econômicas que oferecem as gigantes de tecnologia são o melhor incentivo para convencer especialistas de todo o mundo a protegerem os seus produtos e serviços. E no mundo da internet tem muitos especialistas anônimos, que seguem a escola mais elementar de programação para resolver esses problemas.

O mais curioso dessa história toda é que Jani sequer tem idade para se registrar no Instagram. Dali a gente já vê como a coisa estava funcionando de forma não tão cristã ou recomendada para todos. Mesmo assim, antes tarde do que nunca, e que essa falha possa ser corrigida com o passar dos dias.

E parabéns ao Jani, que no lugar de ficar reclamando da vida, decidiu fazer alguma coisa, e foi recompensado, ficando US$ 10 mil mais rico do que eu e você. Até porque ficar de mimimi nas redes sociais reclamando do bloqueio do Instagram nunca deu dinheiro para ninguém.

Via The Next Web