A não ser que você chegou de Marte na última quarta-feira, ou estava preso embaixo da terra com mineiros chilenos, ou mora em um país onde o YouTube é proibido, ou acabou de sair do convento das Velhas Freiras Carmelitas, é praticamente impossível você não saber sobre do que se trata esse post. Suspeito que, pelo menos, metade do mundo conectado sabe o que quer dizer “Gangnam Style”, mas se você ainda não sabe do que estou falando, eu vou te colocar no assunto. Assista, com muita calma, o vídeo abaixo.

Muito bem, agora que você foi devidamente apresentado ao PSY e ao seu “Gangnam Style”, podemos começar a falar sobre o assunto.

Esse vídeo é o mais visto e curtido da história do YouTube. Se você parar para pensar que, no meio do ano, ninguém sequer sabia quem era o PSY (exceto no continente asiático, onde o cara faz muito sucesso), e que nesse momento, ele já tem mais de 359 milhões de visualizações no principal site de vídeos da internet, liderando as paradas de sucesso do Reino Unido e dos Estados Unidos, além de receber mais de 2 milhões de “Likes” no Facebook, podemos chamar o “Gangnam Style” de maior meme da história da internet. Até agora (ninguém sabe o que vai surgir na semana que vem).

Mas… o quanto essa bobagem está gerando de dinheiro para os envolvidos? Com, com certeza bem mais do que eu ganho por ano para fazer esse blog, mas vamos tentar apresentar números.

Segundo o analista de mercado Jason Calcanis, em uma matemática pura e simples, o CPM (custo por mil visualizações) de um vídeo no YouTube é de aproximadamente US$ 2. Quando o vídeo é muito popular, é normal que esse valor de CPM acabe subindo, conforme as visualizações aumentam. Então, o especialista sugere que as primeiras 200 mil visualizações foram pagas com US$ 2/CPM (US$ 400 mil), e esse valor pode ter alcançado a marca de US$ 8/CPM para as últimas 100 milhões de visualizações (ou US$ 800 mil). Em uma conta simples (é claro que é bem mais), Gangnam Style já gerou para PSY, no mínimo, US$ 1.2 milhão.

Nessa conta, não estão inclusas as performances ao vivo, e outros vídeos publicados no canal oficial do PSY no YouTube. Estamos falando apenas do Gangnam Style original, que você acabou de ver no começo desse post. Ou seja, somando tudo isso, é provável que o rapper sul-coreano já tenha lucrado, pelo menos, US$ 1.5 milhão nos últimos meses. Apenas no YouTube.

Mas calma. Vem mais (só para você ficar mais triste, e achar o seu emprego atual uma droga).

Adicione nessa conta os mais de 600 mil downloads que a música teve no iTunes, que a conta bancária do PSY vai engordar mais US$ 2 milhões. Mais: PSY é filho de Park Won-ho, dono da empresa sul-coreana de semicondutores Di Corp, que segundo a Reuters, de forma indireta, teve o seu valor de mercado consideravelmente valorizado depois do lançamento do vídeo de Gangnam Style.

Contando tudo isso, não é nenhum exagero dizer que Gangnam Style é um meme de, pelo menos, US$ 50 milhões. E isso porque, nessa conta, não estamos incluindo os valores arrecadados com direitos autorais, os streamings de shows, contratos de merchandising que foram fechados depois do sucesso do vídeo, e outros acordos de licenciamento da música, que não foram somados nessa conta.

Viram só? Um meme conseguiu transformar PSY em um milionário em poucos meses. É o poder que a internet já possui em mudar a vida de qualquer pessoa do dia para a noite. Mesmo que seja por algo que, aparentemente, algumas pessoas acham “uma bobagem”, mas que com certeza não conseguem ter a mesma notoriedade.