macbook pro

 

Jogar no novo MacBook Pro é algo que poucos compradores planejam, principalmente pelo fato desses equipamentos não serem pensados para esta finalidade, e porque a Apple sempre priorizou o design e o peso.

Mesmo assim, um usuário do YouTube quis testar essas possibilidades em um MacBook Pro de US$ 4.300, o modelo mais caro com uma Radeon Pro 460.

O resultado foi dentro do esperado, ou seja, com uma experiência muito negativa, mas com detalhes que precisam ser levados em consideração, já que tal vídeo pode ser mal interpretado ou enganoso.

Para começar, é preciso lembrar que Mafia III não está precisamente bem otimizado, e é um desastre para PCs. Logo, não é um bom exemplo a ser seguido.

Além disso, o macOS possui um catálogo reduzido de jogos de forma nativa, o que obriga em muitos casos a apelar para o Windows com Boot Camp (no valor de US$ 4.300, está somado o custo de licença do Windows).

Por fim, e vendo as especificações, é evidente que com uma Radeon Pro deveríamos rodar uma série de jogos, sempre na resolução 1080p com qualidade gráfica média ou alta.

Logo, levando em conta o preço do equipamento, o mesmo deixa a desejar. Mas um MacBoo Pro não é para os games, e comprar este produto com esta finalidade é basicamente jogar dinheiro fora.

Vídeo com a análise a seguir.