samsung-galaxy-s7-teaser

 

A Samsung está em crise, e acumula más notícias. A retirada do Galaxy Note 7 não vai deixar boas lembranças, e acontece em um momento onde os demais fabricantes se preparam para as vendas natalinas. Sem falar na Black Friday, outro momento de fortes vendas.

Com as cartas na mesa e um catálogo que precisa frear uma crise que pode desgastar a imagem da empresa, qual seria a solução?

O Galaxy S7.

Rumores indicam que a Samsung aumentaria a produção dos modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, além de preparar uma agressiva campanha dos dois dispositivos para o final do ano.

Estamos na metade do mês de outubro, e os coreanos não contam mais com sua principal arma de vendas para o segundo semestre. A família Note, com tela maior e S Pen, não se diferencia muito da linha Galaxy S como nos últimos anos, e a nova estratégia passaria por substituir um modelo por outro.

 

Onde você lê Note, leia S7

 

galaxy-s7-camera

 

De acordo com os vazamentos vindos da própria Samsung, os provedores já receberam instruções para aumentar a produção dos componentes necessários na fabricação dos dois smartphones. A ideia é reforçar o estoque e lançar uma campanha natalina que visa esquecer o Galaxy Note 7 e aproveitar a boa imagem do Galaxy S7/Edge.

Ao seu favor, a Samsung tem um Galaxy S7 que é um dos melhores smartphones de 2016. Muitos esperam o Galaxy S8 já para a Mobile World Congress 2017 em fevereiro, e na batalha dos preços a Samsung está bem colocada, aplicando fortes subsídios em operadoras.

Uma campanha bem orquestrada de reposicionamento dos dois modelos com o apoio da área de marketing da Samsung pode fazer com que o Galaxy S7 e o Galaxy S7 Edge se convertam em campeões de vendas para o final do ano.

Apesar de chegar nesse ponto, será interessante ver quantos potenciais compradores ou atuais proprietários do Note 7 migraram para ouras marcas, ou preferiram esperar um pouco mais para apostar em um modelo da Samsung. Será um Natal muito animado. Não resta a menor dúvida.

Via SamMobile