galaxy-note-7-explodiu

 

As coisas só pioram para a Samsung. Ainda mais agora que um Galaxy Note 7 supostamente reparado pegou fogo em um avião em Louisville. Isso fez com que todos os alarmes na empresa fossem disparados.

Por enquanto não há informações oficiais se o Galaxy Note 7 em questão era de fato um modelo novo ou uma das unidades pendentes de devolução. Mas de qualquer forma, se até a Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos Estados Unidos está investigando o caso,  é sinal que o assunto é levado muito a sério. A ponto de se considerar um segundo recall.

Não é comum uma segunda rodada de devoluções, já que produtos substituídos devem chegar ao mercado perfeitamente corrigidos de erros. Mas se a CSPC considerar como algo necessário, isso deve acontecer. A decisão depende só deles, e pode ser anunciada ao longo da próxima semana.

Esperamos que seja um caso isolado, já quem um segundo recall pode acabar de vez com a imagem do Galaxy Note 7 no mercado.

Via GSMArena