Blue-Galaxy-S6-and-Green-Galaxy-S6-Edge-Now-Available

Os novos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge contam com um agressivo gestor de RAM, que encerrava aplicativos em segundo plano de forma precipitada, o que afetava negativamente o desempenho do dispositivo. E, ao que parece, o problema persiste nos recém anunciados Galaxy Note 5 4 Galaxy S6 Edge+.

O detalhe foi descoberto graças a um vídeo publicado pelo GSMAerna, que mostra que basta sair de um aplicativo para que o sistema volte a carregá-lo do zero, no lugar do sistema retomar o ponto onde ele se encontrava inicialmente.

Não entraremos em detalhes complexos, mas podemos dizer que o Android é um sistema operacional que funciona melhor quando consome a maior quantidade de RAM possível, mantendo aplicativos e processos em segundo plano, que podem ser resgatados sem precisar voltar a carregá-los do zero.

Uma vez que os novos Galaxy Note 5 4 Galaxy S6 Edge+ contam com 4 GB de RAM, fica claro que esse gestor de memória não vai fazer muito bem ao seu desempenho, de modo que imaginamos que a Samsung pode estar considerando o lançamento de uma atualização que acabe corrigindo esse problema.

A seguir, um vídeo comparativo de desempenho com um Nexus 6.

 

Via GSMArena