Algumas vezes, dá até para se pensar que coisas com os códigos QR, as transmissões de dados via Bluetooth e os cartões de visitas são coisas que ficaram obsoletas. Porém, elas continuam presentes, e no caso mais específico dos cartões de memória, ela está muito viva no mundo dos negócios, e em eventos cujo objetivo principal seja o prático ato de networking. Porém, no Japão, a troca de cartões de visitas está tomando um novo significado desde a chegada do Pitrec DNH10 da King Jim, que nada mais é do que um leitor/scanner que permite que o usuário guarde todos os cartões de visitas recebidos em um cartão microSD.

Em um espaço não muito maior do que um porta-cartões, o Pitrec DNH10 incorpora uma câmera digital e uma tela de 3,5″, onde todos os cartões armazenados são exibidos. Seu sistema de scanner suporta até 8 capturas na sequência, incorpora software de reconhecimento de caracteres, e armazena automaticamente os dados em uma listagem eletrônica, que varia entre 1.800 e 2.000 contatos, se você utilizar um microSD de 2 GB (já incluso no produto), ou que podem chegar a até 10.000 cartões, com um microSD de 16 GB.

O fabricante espera vender até 30 mil leitores até o final do ano, com um preço aproximado de US$ 310 (já convertidos).

Fonte