Apesar de que, em alguns lugares do mundo, a Blockbuster está fechando as portas, tudo indica que, em certos mercados, a rede de aluguel de vídeos segue de vento em popa, e com vontade de oferecer algo novo para aquele público (cada vez menor) que aluga filmes. A última ideia da empresa é oferecer, nos EUA, seus títulos em SD, de modo que você só terá que levar seu cartão até à loja e carregá-lo com o filme que você tem vontade de ver (pelo preço de US$ 1,99). Obviamente, a gravação conta com DRM, e você só tem 48 horas para assistir ao filme, antes que ele se expire. Mas isso só ocorre depois você dá o play pela primeira vez no arquivo: você tem até 30 dias para fazer, pelo menos, uma execução no arquivo digital. A pergunta é: quais são, de verdade, as novas vantagens que esta nova proposta da Blockbuster nos aponta? É, vamos precisar de algum tempo para encontrar uma resposta convincente desta questão.

Fonte