frança-iphone

O tema do desbloqueio de smartphones está se tornando um assunto muito sério para os governos, principalmente quando a Apple está envolvida. Até agora, a empresa resistiu a desbloquear iPhones em várias ocasiões, e o fato de não poder obter todos os dados relacionados com um delito é algo que preocupa governos e poderes judiciais.

Pois bem, a França decidiu dar um passo a frente nesse assunto, e propôs uma multa de 1 milhão de euros a Apple por cada iPhone relacionado com um processo judicial que não for desbloqueado.

Em 2015, as autoridades francesas não conseguiram desbloquear oito smartphones pertencentes a supostos terroristas. Esta situação gerou uma grande frustração contra os fabricantes, como Samsung e Apple, sendo que a segunda tem a maior visibilidade quando relacionada com esse assunto. Porém, isso não libera as demais, como a Google, que também pode ser multada caso não desbloqueie um smartphone ou tablet por ordem judicial.

Yann Galut, deputado no parlamento francês pelo Partido Socialista (partido do governo), argumentou que “não encontramos em um vazio legal sobre a codificação de dados que está bloqueando as investigações judiciais. Só o dinheiro pode forças as empresas extremamente poderosas como Apple e Google. Se escondem por trás de uma suposta proteção de privacidade, mas fazem uso comercial dos dados coletados de seus usuários”.

A privacidade na informática se transformou em um problema que preocupa muito os políticos, e depois de ser vítima de alguns atentados terroristas, o governo francês se mostrou abertamente contra a privacidade, mesmo com tantas vozes contrárias.

Via PhoneArena