foxconn-fabrica

Segundo o Wall Street Journal, a Foxconn fechou o acordo de compra da Sharp, em um valor que gira em torno de US$ 5.3 bilhões.

Kozo Takahashi, responsável pela Sharp, foi o encarregado de informar aos executivos da Foxconn o seu compromisso pessoal que a venda vai acontecer no final do mês de fevereiro. Com isso, a Foxconn se torna ainda mais forte no mercado de montadores, com a possibilidade de aumentar as suas margens de lucro, dado que sua capacidade de fabricação de telas para smartphones vai crescer de forma notável.

iphone-desmontado

A Sharp é uma reconhecida fabricante de telas para dispositivos móveis. Entre os seus principais clientes está a Apple, que recebe as telas dos seus iPhones dessa empresa. logo, a compra beneficia tanto a Foxconn por conta da maior produção de telas, como para a Apple, que terá um fornecedor a menos para negociar, ainda mais levando em conta que as telas LCD são o elemento mais caro entre os componentes de um smartphone.

Resta saber se haverá algum eventual reajuste nas fábricas envolvendo os mais de 48 mil funcionários da Sharp ou mudanças nas centrais de trabalho durante a fusão. Bem sabemos que quando uma empresa compra a outra, ajustes são feitos. E nesse caso em especial isso deve se repetir.

Via WSJ