ford-fiesta-ewd025

A Ford apresenta uma interessante solução para tornar os motores elétricos mais populares e funcionais. A tecnologia eWheelDrive é capaz de integrar o motor elétrico e o sistema de regeneração da freada dentro do cubo das rodas, economizando espaço interno, e facilitando a vida de designers e engenheiros automotivos.

Essa não é uma tecnologia nova. Os motores in-hub já existem em modelos conceituais a algum tempo. Mas são muito poucas as montadoras que decidiram trabalhar com o sistema. O diferencial desse conceito desenvolvido pela Ford Europa é que o mesmo facilita a construção de veículos urbanos menores, para até quatro pessoas. Segundo a Ford, para o ano de 2050, a população urbana do planeta vai duplicar, e o parque automobilístico global será quadruplicado. Ou seja, os problemas de abastecimento energético e os congestionamentos vão aumentar consideravelmente nos próximos anos.

ford-fiesta-ewd029

O uso de motores integrados nas rodas oferece uma série de benefícios. Uma vez que o pacote de baterias poderia ser distribuído na parte inferior do veículo, ou até mesmo no túnel de transmissão, seria possível liberar o espaço do motor dianteiro para armazenar outros equipamentos, ou para melhor aproveitar o espaço interno no projeto final.

Outra vantagem seria utilizar a direção integrada nas rodas para deslocar o veículo de forma (quase que) totalmente lateral, facilitando assim o ato de estacionar. Obviamente, esse sistema também apresenta algumas limitações, como a necessidade de lidar com o peso adicionado em relação aos motores elétricos (principalmente em veículos 4 x 4), ou o eterno problema da massa não suspendida e os seus efeitos sobre as configurações dinâmicas, ou o conforto da relação de marchas do veículo.

ford-fiesta-ewd024

A Ford não informa quando pretende lançar comercialmente os primeiros veículos com a tecnologia eWheelDrive, que ainda está em desenvolvimento. Tudo que temos até agora é um protótipo desenvolvido sobre a base de um Ford Fiesta. Vídeo demonstrativo abaixo.

Via Engadget