A Ford está desenvolvendo uma nova geração de tecnologias para ajudar os motoristas a enfrentar os engarrafamentos e outros futuros desafios da mobilidade, associados ao crescimento rápido da urbanização e da população em todo o mundo. Duas dessas tecnologias são a assistência em engarrafamentos e uma versão avançada da assistência ativa de estacionamento, que permitirá parar também em vagas perpendiculares sem precisar usar as mãos. Elas foram projetadas para reduzir o estresse do motorista, interagindo com o ambiente.

Assistência em Engarrafamentos

A assistência em engarrafamentos é uma tecnologia inteligente que a Ford está desenvolvendo para o médio prazo. Ela usa a tecnologia de radar e câmeras para manter o veículo na mesma velocidade dos demais e também dentro da faixa, com controle automático de direção. O objetivo é reduzir o estresse do motorista e contribuir para a fluidez do trânsito. Simulações mostraram que, num trecho de estrada onde 25% dos carros são equipados para seguir automaticamente o fluxo do trânsito à frente, o tempo de viagem pode ser reduzido em 37,5%, economizando milhões de litros de combustível por ano.

A assistência em engarrafamentos pode ser usada em locais onde não haja pedestres, ciclistas ou animais e as linhas estejam bem sinalizadas. Muitas das tecnologias necessárias para o seu funcionamento já estão disponíveis em carros atuais da Ford, como o Focus, Escape e Fusion. O equipamento pode ser desenvolvido para responder às mudanças nas condições do trânsito à frente e, também, incluir dispositivos para manter o motorista informado e alerta.

Estacionamento Perpendicular

A tecnologia de assistência de estacionamento, já oferecida pela Ford como opcional em alguns modelos na Europa, é um equipamento que faz muito sucesso e permite ao motorista estacionar em vagas paralelas sem precisar mexer na direção. A Ford planeja, em curto prazo, aprimorar o sistema para que ele seja capaz também de estacionar em vagas perpendiculares. Ele vai utilizar as mesmas tecnologias, com sensores ultrassônicos para medir a largura e o comprimento da vaga e manobrar o veículo dentro dela, controlando a direção elétrica.

A assistência de estacionamento é ativada por um botão no console central. Quando o sistema encontra uma vaga adequada, avisa com um sinal visual e sonoro. Ele então orienta o motorista a engatar a ré e a acionar os freios e o acelerador, se necessário, enquanto controla a direção. O sensor de ré monitora os obstáculos que estão fora do campo de visão do motorista na traseira. Onde não há espaço suficiente para fazer a manobra de uma vez só, o sistema orienta o motorista a mover o carro para frente ou para trás, conforme a necessidade. Quando a operação termina, ele emite outro sinal.

Via Assessoria de Imprensa