Fitbit Ionic

A Fitbit apresentou oficialmente o Fitbit Ionic, um relógio inteligente com quantificador pessoal com sistema de pagamento e sistema operacional próprio.

O dispositivo tem design quadrado, acabamento em alumínio com antenas para conectividades GPS, Bluetooth e Wifi, além de botões de controle de interface.

O produto é o sucessor natural do Fitbit Blaze, e faz uso de interface e configurações similares em alguns aspectos (tela touch colorida, suporte para notificações e controle de reprodução musical), mas conta com diferenciais como GPS, resistência à água e suporte para natação.

 

 

O Fitbit Ionic possui um sensor cardíaco mais preciso, com monitoramento mais detalhado durante as atividades físicas. Outro sensor na parte inferior do produto monitoriza a saturação de oxigênio, o que pode ajudar a incluir futuras métricas, como por exemplo a apneia do sono.

O relógio conta com o seu sistema operacional próprio, o Fitbit OS, que aparece meses depois da aquisição do Pebble, o que deve indicar que herda algumas virtudes daqueles relógios inteligentes. Sua bateria oferece uma autonomia de uso de até quatro dias.

Além de todos os recursos de quantificação e monitoramento de atividades físicas e do sono, as notificações de chamadas, mensagens e aplicativos estão presentes, com a possibilidade de interagir com essas notificações.

 

 

Além disso, o Fitbit Ionic estreia o serviço de pagamento Fitbit Pay, que compete diretamente com Android Pay, Apple Pay e outros. O serviço é compatível com vários países e bancos.

O Fitbit Ionic chega ao mecado em outurbo, e tem preço sugerido de 349,95 euros.

 

 

 

Via Fitbit