arcade

 

A nostalgia impede que os clássicos morram. Mas em alguns casos, está difícil manter a autenticidade de um clássico. Para as máquinas arcade, o monitor é uma peça fundamental no sentimento de volta ao passado. E essas máquinas podem simplesmente morrer com a fim dos monitores de tubo, ou CRT.

É o seguinte: nos processos de restauração, os fabricantes se deparam com muitas peças que não são mais fabricadas. É possível recorrer ao mercado de segunda mão, mas em alguns casos tais peças são únicas de série ou de modelo, o que impedem um conserto.

É uma questão de obsolescência e evolução. Nós pedimos telas mais finas, e o mercado atendeu ao nosso pedido, evoluindo os materiais e a tecnologia. O tubo de raio catódico foi deixando de ser fabricado de acordo com a diminuição da demanda. Logo, as restaurações dos monitores CRT estão com o seu fim determinado: quando o estoque de peças acabar.

Depois disso, acabou.

Sem falar que o reparo desses monitores é complexo e arriscado, e a relação custo-benefício não se paga.

 

 

Ha uma solução.

Algumas máquinas arcade podem funcionar com uma tela de LCD nova, que substituiu o CRT. A imagem não é a mesma, o que pode irritar os mais puristas, entregando cores menos vibrantes.

Logo, se você algum dia quer ter uma máquina arcade funcionando da forma mais pura possível na sua casa, prepare suas economias, pois essas máquinas vão custar cada vez mais caras.

Felizmente, há formas modernas e baratas de construir uma máquina arcade em casa. Basta procurar um pouco na internet, e você encontra alguns projetos bem interessantes.