Os sites de compartilhamento mais populares do mundo distribuíram de forma efusiva os filmes indicados ao Oscar 2018.

Por mais que a indústria de Hollywood tenta combater o compartilhamento dos filmes, fato é que todas as táticas seguem falhando. 34 filmes indicados ao Oscar 2018 podem ser encontrados na internet.

 

 

O outro lado da moeda? O número de screeners que chegaram à internet em 2018 (12) é menor em relação aos anos anteriores (16 em 2016 e 14 em 2017) e muito inferior aos 20 existentes na década passada.

Por outro lado, os filmes em versão ‘cam’ aumentaram substancialmente com o passar do tempo (5 em 2016, 14 em 2017, 20 em 2018). Vale lembrar que a procura por essas versões é impulsionada pela própria indústria, já que alguns dos indicados levam muito tempo a estrear em alguns países (isso, quando estreiam).

 

 

Por isso formatos de negócio como o da Netflix prospera, já que facilita o acesso (legal) aos conteúdos (mesmo com conteúdos diferentes para cada país, ao menos as produções originais chegam ao mesmo tempo para todo mundo).

Não custa nada os grandes estúdios fazerem a mesma coisa.

Enquanto isso não acontece, o compartilhamento de filmes no cinema será um fato difícil de ser superado.