Depois de ressalvas a dispositivos como Alexa e Google Home, o FBI agora se preocupa com os brinquedos conectados na internet.

A agência emitiu um comunicado alertando os pais sobre os riscos do uso dos brinquedos conectados, que podem coletar dados dos seus filhos menores de idade. O FBI pede que os consumidores considerem a segurança cibernética antes de colocar esse tipo de brinquedo em suas casas.

Os riscos estão na grande quantidade de informações que podem se reveladas involuntariamente, como o nome completo ou data de nascimento da criança. Tais dados podem ser usados para colocar em risco a privacidade dos expostos.

O alerta do FBI chega ao ponto de sugerir um possível risco de exploração ou sequestro pelos dados coletados via GPS pelo brinquedo, revelando hábitos e localizações das potenciais vítimas.

As preferências e atividades são dados básicos que tais produtos coletam, sob expresso consentimento dos usuários. Mas é a primeira vez que a agência governamental alerta sobre os riscos.

 

+info