FBI

Todo mundo sabe do polêmico caso do FBI contra a Apple por causa do desbloqueio do iPhone 5c de um dos envolvidos no atentado terrorista de San Bernardido, dispositivo que a gigante de Cupertino se recusou a hackear para facilitar o acesso aos seus dados. O FBI não quis esperar o resultado do processo, e optou por recorrer a uma empresa especializada para acessar os seus dados, algo que teria custado inicialmente US$ 15 mil. Mas agora sabemos que esse valor foi bem maior.

Segundo James Comey, diretor do FBI, o valor pago para acessar o citado iPhone foi mais do que ele ganharia em sete anos e quatro meses antes de sua aposentadoria. A Reuters fez os cálculos e obteve um valor estimado de US$ 1.34 milhão pelo desbloqueio do iPhone 5c, um valor muito elevado e muito acima dos US$ 15 mil inicialmente especulados.

Levando em conta a tendência atual, é muito possível que o FBI siga recorrendo para esse tipo de solução para desbloquear dispositivos sem a ajuda dos seus fabricantes, algo que agiliza e simplifica os processos, mas que tem um preço elevado a ser pago. Será que vale a pena tanto investimento, quando em muitos casos pouco ou nada de útil pode ser extraído do dispositivo?

Via Reuters