facebook-home-01

A Facebook Home não caiu no gosto dos usuários Android, diferente do que era esperado. O principal problema da interface é que a mesma acaba ocultando funções consideradas vitais para os usuários, como ícones de câmera e telefone. Sem falar que você pode se deparar com imagens inapropriadas na tela inicial do dispositivo. Porém, deixando de lado tais problemas, muito se fala agora sobre o futuro da Facebook Home em outros sistemas operacionais.

A Bloomberg informa que o Facebook estaria negociando com a Microsoft e a Apple para portar a sua launcher para esses sistemas, algo que depois foi desmentido por uma fonte interna da empresa de Mark Zuckerberg. Porém, vem a questão: faz algum sentido ter a Facebook Home em outros sistemas operacionais?

A Facebook Home não apaixona os seus usuários, com uma baixa pontuação na Google Play (2.3 estrelas de 5). mais da metade dos usuários deram apenas uma estrela para o aplicativo. A maioria das criticas afirmam que a versão ainda precisa se desenvolver muito para ser algo funcional nos dispositivos, e que só está disponível em poucos dispositivos (apesar das versões que já vazaram, disponíveis para outros smartphones Android, de forma não oficial).

Mesmo assim, vamos nos centrar nas possibilidades da Facebook Home estar presente em outros sistemas operacionais.

facebook-home-14

Todo mundo sabe o quanto o iOS é limitado no quesito personalização, nem mesmo com widgets. Os usuários clamam por mudanças no sistema, e mesmo que o iOS 7 surpreendesse com um novo design, é muito difícil acreditar que a Apple permitiria a instalação de algo como a Facebook Home. Para a Apple, o que interessa é o iPhone deles, não o iPhone do Facebook. Na remota hipótese disso acontecer, a experiência do Facebook iria se sobrepor à da Apple, e Tim Cook não quer ver isso de jeito nenhum. Até porque a empresa de Cupertino quer seguir controlando todos os aspectos de seu smartphone (design, interface, hardware, etc). Ou seja, esqueça a Facebook Home no iPhone. Pelo menos com a proposta atual, pode esquecer.

No Windows Phone, a situação é semelhante, apesar da presença das Live Tiles personalizáveis. E esse seria o limite do Facebook. Na prática, o que Mark Zuckerberg quer é que usemos os seus serviços a todo instante, e isso não é interessante para os fabricantes e desenvolvedores de software. Aí eu te pergunto: será que nesse exato momento o Google começa a se arrepender amargamente pelo Android ser um sistema operacional livre?

Os smartphones Android estão ficando cada vez mais caros, com os principais fabricantes lançando modelos com o sistema do Google com preços astronômicos. Ao mesmo tempo, esses mesmos fabricantes começam a deixar de lado o Android, para apostar em suas propostas de sistema operacional móvel. Um exemplo clássico disso é a Samsung, que não citou o Android uma vez sequer durante a apresentação do Galaxy S4, e está preparando um grande lançamento com o sistema Tizen para o segundo semestre de 2013.

Com tudo isso, podemos dizer que a missão do Facebook em colocar a Facebook Home em várias plataformas está bem complicada. Não vai me surpreender se ela prevalecer apenas no Android. Isso é, se ela sobreviver ao início complicado.