fone de ouvido

 

Para quem disse que a MWC 2017 marcaria o fim dos conectores para fones de ouvido nos smartphones, reveja seus conceitos. Foi exatamente o contrário: a esmagadora maioria dos telefones apresentados na feira de Barcelona contavam com o tal conector de 3.5 mm, que está mais vivo do que nunca.

Muita gente exagerou ao pregar a morte desse tipo de conecto depois do lançamento do iPhone 7 e 7 Plus. Aliás, no ano retrasado alguns já diziam que o conector USB Type-C já substituiria esse conector. E isso também não aconteceu.

 

 

Modelos como o Moto Z, HTC 10 Evo HTC U Ultra e recentes smartphones da LeTV foram os pioneiros nessa tendência. A Apple só confirmou essa tendência, que até era confirmada em pesquisa recentes.  Mas todos foram duramente criticados por tomarem essas decisões.

 

 

Porém, os demais fabricantes de smartphones Android não seguiram essa mesma tendência nos lançamentos da MWC 2017. Modelos como Nokia 3310, BlackBerry KEYone, LG G6 e Huawei P10 mantiveram os conectores para fones de ouvido.

Nem mesmo modelos como Sony Xperi XZ Premium ou os novos Moto G5 e Moto G5 Plus quiseram renunciar aos conectores, fazendo desse item um dos grandes vencedores da MWC 2017.

 

Não está claro se os futuros lançamentos dirão adeus aos conectores para fones de ouvido. Sabemos que o Galaxy S8 deve permanecer com esse recurso, mas os demais lançamentos para 2017 ainda são um mistério nesse aspecto.

 

 

Também deve permanecer os conectores tradicionais em modelos muito esperados como OnePlus 4 (ou OnePlus 5, já que o 4 é sinônimo de má sorte na China), e os futuros lançamentos de Huawei ou XIaomi.

Por outro lado, lançamentos muito populares devem deixar a funcionalidade de fora: HTC 11, Moto Z2 e o iPhone 8 (ou iPhone 7s). Há quem diga que o Pixel 2 da Google também deve abandonar o conector para fones de ouvido.

E, apesar de alguns fabricantes “forçarem a barra” em alguns lançamentos, parece que boa parte da indústria vai seguir apostando em um conector que funciona perfeitamente, e que vai demorar um bocado para dizer adeus.

GRAÇAS A DEUS!