Durante o Space Technology and Investment Forum, Janna Lewis, chefe de inovação estratégica do Facebook, revelou que a empresa utilizou uma avançada tecnologia de mapeamento para determinar o endereço domiciliar de praticamente todos os seus usuários em 23 países, com uma margem de erro de apenas cinco metros.

O segredo para tal feito foi combinar os dados dos mais recentes censos dos países, a informação coletada dos usuários através da própria rede social e o uso de uma nova tecnologia via satélite para determinar seus padrões.

23 dos 194 países do mundo pode parecer um número pequeno, mas dependendo dos países escolhidos representa o rastreamento de centenas de milhões de usuários.

Lewis garante que o objetivo por trás da medida é determinar a distribuição da população no planeta, e definir a melhor forma de oferecer a conectividade para as pessoas.

Mas… para isso é realmente necessário saber exatamente onde as pessoas moram?

 

Via BetaNews