517531699

O Facebook parece ter aprendido a lição do ano passado, onde foi muito criticado pela falta de critérios do seu algorítimo na hora de selecionar as imagens como melhores momentos do ano. Em 2015, a empresa de Mark Zuckerberg fez um trabalho melhor, e se apoiou nos filtros pessoais na hora de escolher as imagens dos melhores momentos  do ano para cada usuário.

O recurso “um dia como o de hoje” permite relembrar os momentos felizes de um usuário, e com essa funcionalidade, o Facebook fez um filtro melhor para o seu resumo anual, excluindo assim dados não tão agradáveis. Além disso, eles adicionaram a opção de personalização e edição das fotos a serem exibidas, podendo substituir e adicionar imagens, inclusive aquelas removidas no filtro pessoal.

Ou seja, o Facebook tomou suas precauções para não ofender ninguém novamente. Bom, pelo menos eles parecem ter acertado dessa vez.

Via FacebookFacebook