facebookhacklead

Quando empresas de tecnologia crescem até um certo tamanho, podem se dar ao luxo de criar novas tecnologias para satisfazer suas necessidades de forma mais completa. O Facebook fez exatamente isso, com a criação de seus servidores, de centros de dados, e agora, uma linguagem de programação própria: o Hack.

Esta nova linguagem desenvolvida pela rede social de Mark Zuckerberg é de código aberto, sob a licença Creative Commons Attribution 3.0. O Facebook oferece tutoriais e toda a documentação necessária para que você possa utilizá-lo sem maiores problemas. O Hack é totalmente compatível com o PHP, mas é mais que um complemento, e sim um substituto dessa linguagem. Além disso, foi desenvolvido para funcionar com a máquina virtual da HipHop (HHVM), que oferece algumas melhorias em relação ao motor regular do PHP.

O Facebook explica que  o Hack não é uma linguagem dinâmica ou estática tradicional, mas um “meio termo” entre os dois. Permite o desenvolvimento com rapidez, e oferece métodos para garantir que o código funcione corretamente. E mesmo que sua existência só seja conhecida agora, o Hack não é algo novo: o próprio Facebook já o utilizava a mais de um ano para criar aplicativos próprios e migrar os códigos PHP existentes.

Para saber mais detalhes sobre o Hack, clique aqui.

Via Facebook