galaxy-s6-edge-real

Segundo informa o IHS (e publicado pelo Re/code), o valor de fabricação estimado para o smartphone Samsung Galaxy S6 Edge (versão de 64 GB) vendido nos EUA pela operadora Verizon é de US$ 290. Isso quer dizer que o modelo é mais caro que o Galaxy S5 para ser produzido (estimados em US$ 256) e que o iPhone 6 Plus de 128 GB (US$ 263).

Sua imponente tela AMOLED curva é a peça mais cara do Galaxy S6 Edge (US$ 85), enquanto que o processador Exynos 7, a RAM DDR4 de 3 GB e o armazenamento em flash custam US$ 30, US$ 27 e US$ 25, respectivamente.

Saber esses números dá uma visão global da estratégia da Samsung. É preciso levar em consideração que alguns componentes são fabricados pela própria Samsung, enquanto que outros podem ser obtidos com alguns descontos através de acordos. E, antes que o dispositivo chegue ao consumidor final, várias licenças precisam ser incluídas no valor final do produto.

E talvez (#ironic) seja por isso que ele custe no Brasil a ‘bagatela’ de R$ 3.799!

Via Re/code