we-vibe

 

O We-Vibe, que deveria ser o sonho das mulheres, se transformou em um pesadelo.

O produto é um vibrador inteligente, que tem um aplicativo que realiza seus ajustes. Só faltou o app contar para os usuários que ele também envia informações sobre a temperatura e nível de intensidade de cada seção de uso, em tempo real para o fabricante.

Apesar de criar um perfil singular, tudo isso era feito sem consentimento ou conhecimento do usuário, que só sabia dos “dados de diagnóstico” enviados para a empresa.

Nesse caso, devemos agradecer aos hackers, que descobriram o envio desses dados. A trapaça vai resultar em dinheiro aos usuários.

Os responsáveis pelo We-Vibe terão que pagar US$ 199 a todos os clientes que compraram o produto, e US$ 10 mil para todos que usaram o app We-Connect. Nada mal para quem teve a sua privacidade sexual violada nesse nível.

Será que está nascendo uma nova indústria lucrativa? A dos testadores de serviços duvidosos que podem colocar em risco dados privados?

De qualquer forma, se você não se lembra do We-Vibe, ou não faz a menor ideia de como ele funciona, o vídeo abaixo mostra uma breve demonstração de como esse vibrador inteligente funciona.

Fora a parte do envio de dados de forma irregular, é claro.

 

 

 

Via Gizmodo