650_1000_redes-5g

A União Europeia parecia disposta a ser uma pioneira no desenvolvimento da próxima geração das redes móveis, enquanto que diversas empresas da Coreia do Sul já estavam trabalhando a algum tempo nesse futuro padrão de mobilidade. Agora, as duas partes decidiram unir forças, colaborando mutuamente no desenvolvimento das redes 5G.

A UE emitiu um comunicado assinado pela comissária Neelie Kroes e pelo Ministro da Ciência da Coreia do Sul, Mun-Kee Choi, onde eles anunciam um acordo de “colaboração nas pesquisas e definição global do 5G”. As duas partes também se mostram de acordo com a necessidade de implantar um espectro de rádio que garanta “a interoperabilidade global e a preparação dos padrões globais do 5G”.

Membros da 5G Infraestructure Association da UE (Alcatel-Lucent, Atos, Deustche Telekom, Ericsson, Nokia, Orange, Telecom Italia, Telenor e Telefonica) assinaram um memorando com o 5G Forum sul-coreano, algo que impulsionará o desenvolvimento desse futuro padrão.

A União Europeia já anunciou sua intensão de investir 700 milhões de euros nesse desenvolvimento, enquanto que a indústria europeia vai quintuplicar esses investimentos, alcançando um valor superior a 3 bilhões de euros. Várias empresas da Coreia do Sul também realizaram investimentos nesse sentido, mas valores não são revelados no comunicado oficial.

Via Engadget, Europa.eu