A Eurocom, uma fabricante canadense de alguns dos laptops mais feios e potentes do mercado, chega disposta a romper rótulos e cartões de crédito, com o seu novo W110ER Monster, um pequeno portátil com tela de 11,6 polegadas, que apesar de sua aparência externa, não tem absolutamente nada a ver com qualquer netbook que você conhece.

Essa espécie de mini monstro em forma de netbook oferece um amplo repertório de processadores Core i5 e i7, sendo que o mais potente é um i7-3920X Ivy Bridge de 2.9 GHz (com overclock de até 3.8 GHz), até 16 GB de RAM DDR3-1600, discos rígidos tradicionais ou de estado sólido (até 1 TB de HDm ou 600 GB em SSD) e uma tela mate ou reflexiva (a escolher) com 1366 x 768 píxels, resolução um tanto quanto escassa em termos absolutos, mas muito adequada se você quer tirar o máximo de seu chip gráfico NVIDIA GT 650M.

As suas configurações são tão elevadas que a Eurocom afirma que o portátil só pode ser utilizado como estação de cálculo intensivo ou servidor móvel, mas algo me diz que a maioria das pessoas que estão lendo esse post já estão pensando em algo mais mundano, como o Call of Duty. O W110ER Monster tem preço inicial de 666 euros (sugestivo o preço, já que ele é uma “besta”), mas pode alcançar o absurdo valor de 3 mil euros na sua configuração mais elevada.

Via Eurocom