A Microsoft é uma das gigantes do mundo da tecnologia que mais está envolvida em rumores. O que chama a atenção é que os rumores dessa vez já envolvem uma segunda geração do seu tablet Surface. Detalhe: a primeira versão não tem nem três meses de mercado, e não sabemos o quanto o produto é (ou não é) bem sucedido.

Quem começa a temporada de especulações é o @MS_nerd (conta protegida), uma fonte considerada especialista no mundo Microsoft, e que em outras oportunidades publicou vazamentos de produtos e serviços considerados importantes dentro do ecossistema da empresa de Steve Ballmer. Segundo informa nosso protagonista em sua conta do Twitter, a Microsoft já está pensando nos sucessores da primeira geração do Surface. E não pensa em um único produto: seriam pelo menos três novos tablets Surface, bem diferentes entre si, e que chegariam ao mercado ao longo de 2013.

O primeiro deles pode ser considerado uma versão RT Mini, com tela de 8.6 polegadas, com processador Qualcomm (no lugar do NVIDIA Tegra 3 do modelo atual). O segundo modelo seria um Surface Pro com tela de 11.6 polegadas (no momento, o único tamanho de tablet Microsoft disponível é de 10.6 polegadas), com APU AMD. Por fim, o terceiro modelo que chegaria ao mercado seria uma espécie de Surface Book, com uma grande tela de 14.6 polegadas, e um potente processador Intel Haswell.

Vale lembrar que os novos processadores da Intel, o Haswell e o Temash, só chegarão ao mercado no segundo semestre de 2013 (estimado), e se as informações estiverem corretas, é quase certo dizer que, se esses tablets Surface Book são reais, só serão anunciados em um estágio avançado do ano. Também é importante observar que a primeira versão do Surface Pro só chega ao mercado em janeiro de 2013, o que diminui de forma considerável as chances de algum lançamento de um modelo de tablet Microsoft desconhecido para o primeiro trimestre do ano que vem.

Outro ponto que temos que ter em mente é que, recentemente, a Microsoft cortou pela metade as encomendas dos tablets Surface, por causa da baixa demanda do produto no mercado. Não sei se os acionistas e investidores da Microsoft estão muito empolgados em gastar dinheiro no lançamento de uma segunda versão de forma tão prematura, sendo que a primeira não vai bem nas vendas, e sem ter feito nenhuma tentativa de melhorar o modelo que já está no mercado.

Obviamente, são muitas as perguntas que podemos fazer depois dessas informações. E vamos continuar questionando, respondendo e observando tudo o que for publicado sobre o assunto nos próximos meses. Ah, e publicaremos tudo o que for interessante sobre o tema no TargetHD, ok?

Via UnwiredView, SlashGear, IntoMobile, TechCrunch, Neowin