controle-web

A Internet nasceu nos Estados Unidos, mas não faltam aqueles que acreditam que a rede mundial de computadores ainda está muito sob controle do país que a criou. Mas parece que isso está com os seus dias contados. Segundo informa oficiais do governo norte-americano para o Washington Post, existe a real intensão de deixar a Internet nas mãos de um futuro órgão internacional.

A principal ferramenta que os EUA possui o maior controle sobre a Internet é a ICANN (Internet Corporation for Assignet Names and Numbers), entidade sem fins lucrativos sediada na Califórnia, e responsável por decidir e aprovar qualquer novo nome de domínio no planeta.

Lawrence E. Strickling, ajunto ao Secretário de Comércio para as Telecomunicações e Informática nos Estados Unidos, comentou o assunto: “É o momento de começar o processo de transição. Convocamos todas as partes interessadas dentro da comunidade internacional para desenvolver um plano para esse processo”. O presidente da ICANN, Fadi Chehade, também garantiu que deseja que o processo envolva toda a comunidade internacional. Esse anúncio chega depois das crescentes críticas e pressões que o governo norte-americano sofreu depois dos casos de espionagem da NSA.

Ainda  não está claro o que vai acontecer com a Internet e seus domínios a partir de agora, e muitas empresas do setor se sentiram incomodados com a notícia. Chehade quis acalmar os ânimos, garantindo que o principal objetivo é garantir a estabilidade da Internet.

O primeiro passo desse processo de transição começa a ser discutido no próximo dia 24 de março, em uma conferência internacional em Cingapura.

Via Washington Post