wifi-sinal-aqui

Uma das queixas mais frequentes dos usuários de computadores (e de qualquer dispositivo conectado de modo sem fio) está relacionada à conexão WiFi e, principalmente, a falta de sinal dessas redes. É importante nessas horas conhecer quais são os fatores que influem na qualidade do sinal emitido e recebido, e também levar em conta alguns conselhos e truques simples, que podem (na teoria) melhorar a sua conectividade doméstica.

Pelo sim, pelo não, vamos compartilhar essas dicas com vocês. Mas antes…

O que afeta a qualidade da conexão WiFi?

Existem muitos mitos sobre os motivos que afetam na qualidade de conexão WiFi. Certamente alguns fatores e objetos podem interferir, mas estão em menor quantidade do que aqueles que a crendice popular prega. E, mesmo assim, sua influência não é tão grande quanto se imagina.

1. A distância entre o roteador e o computador, e sua localização (esse é o fator mais relevante)
2. Outras conexões WiFi nas proximidades (em eventos de tecnologia, esse problema se faz presente, justamente pela multiplicidade de hotspots presentes no mesmo lugar)
3. Paredes de concreto (com materiais com menor densidade, não há grandes problemas, mas locais com concreto e rochas influenciam negativamente)
4. Eletrodomésticos (como forno de microondas, telefone sem fio ou babás eletrônicas – ou rádios que monitoram o bebê)

Como melhorar o sinal WiFi?

Alguns conselhos básicos podem ser seguidos para uma maior eficiência do sinal WiFi na sua residência, e alguns truques mais simples (e caseiros), com materiais cotidianos, podem (ou não) melhorar o sinal de internet sem fio.

conselhos-wifi

O básico: escolher um bom local para o ponto principal e, se possível, utilizar repetidores de sinal. Como já foi dito antes, a qualidade de sinal tende a ficar mais fraca quando ele precisa enfrentar paredes de concreto. Nesses casos, posicionar o roteador no andar superior pode ser uma melhor opção, uma vez que é mais fácil dele ser captado de cima para baixo. A partir daí, os repetidores de sinal podem ajudar a reforçar o sinal de sua rede doméstica.

Utilizar o papel alumínio com o roteador pode ser algo que tende a ajudar em uma melhora de sinal. Esse é um truque simples e que, para muitos usuários, é algo que funciona, dependendo do tipo de roteador que você está utilizando, das características de sua casa ou escritório, e do modelo de roteador que você está utilizando. Veja o vídeo abaixo, que mostra o passo a passo da preparação do roteador, e faça o teste você mesmo.

 

Proteger a sua rede de possíveis intrusos é uma regra essencial, até mesmo para que você não se meta em encrencas futuras. Por mais que a conexão aberta pareça ser um ato solidário para aqueles que não podem ter acesso à web em qualquer lugar, não é algo muito válido, principalmente para as questões legais. Logo, jamais deixe sua rede pública, e sempre escolha uma senha considerada segura. Isso é fundamental para a sua segurança na internet, e para um melhor desempenho de sua conexão. Afinal de contas, a sua internet passa a ser sua, somente sua, e de mais ninguém.

Por fim, utilize uma lata de cerveja. Isso mesmo: beba uma cerveja, e utilize a lata (que é de alumínio). Ela pode ajudar a melhorar a qualidade de sinal do seu WiFi, já que aproveita a forma curva que a lata possui. Abaixo, um vídeo mostra como você deve proceder.

 

Essas são apenas algumas dicas básicas, que combinadas com outros procedimentos (a boa manutenção do seu computador, aplicativos atualizados no seu tablet/smartphone, etc) podem resultar em uma melhor experiência conectada. Outras medidas podem resultar em melhoras sensíveis na qualidade de conexão WiFi (como uma antena maior, um roteador de melhor qualidade, etc), mas essas dicas desse post podem ao menos ser o começo da solução dos seus problemas. A partir daí, cabe à sua capacidade de investigação (a.k.a. Google) para encontrar mais fórmulas e procedimentos para melhorar a qualidade da sua conexão.