tela-azul-windows-8

Quem nunca se deparou com uma “tela azul da morte” do Windows? É praticamente uma tradição do sistema da Microsoft. Felizmente, ela se tornou menos presente com o passar dos anos, o que não quer dizer que não possa acontecer.

É o seu caso? O sistema operacional não inicia, ou a tela azul apareceu? É possível que você esteja com algum problema de hardware, e o Windows está levando a culpa sem merecer. Nesse post, temos algumas dicas sobre como é possível diagnosticar os problemas presentes no seu computador, aprendendo alguns possíveis sintomas e utilizando softwares que facilitam a sua vida nessas horas de aflição.

Antes de qualquer coisa, se você perceber que o seu computador está lento, que os programas não abrem, ou se encerram de forma automática – ou pior, que a tela azul do Windows apareceu -, muitos podem ser os motivos para que esses problemas apareçam, desde problemas de software (que podem ser evitados), passando por um mal funcionamento do disco rígido, ou até que outros itens de hardware estejam mal configurados ou com problemas mais sérios.

Existe um problema de hardware no meu computador?

É possível descobrir se o problema do seu equipamento está em algum componente de hardware. Tudo depende dos sintomas que aparecem. Esses sintomas deverão ser considerados em conjunto, para obter uma resposta mais precisa, e principalmente diferenciar se é o hardware ou o software que está com problemas.

Tela azul do Windows: as odiadas e temidas telas de alerta de paralisação do Windows. Como disse antes, elas já não aparecem com tanta frequência nas versões mais modernas do sistema da Microsoft. Mesmo assim, alguns grupos de usuários de outros sistemas ainda julgam o sistema pela “tela azul da morte”. De qualquer forma, se ela aparecer com maior frequência no Windows 7 ou Windows 8/8.1, é muito provável que o problema seja mesmo o hardware, mas também existe a possibilidade de ser um driver mal instalado ou corrompido. Se você atualizou os drivers recentemente, comece o seu diagnóstico nesse ponto, realizando um downgrade (voltando para a versão anterior), ou restaurando o sistema para um ponto onde ele funcionava sem problemas.

O computador está lento: o seu computador leva uma eternidade para realizar as tarefas que, antes, eram executadas com destreza. Nesse caso, o mais provável é que o culpado seja mesmo o software. O motivo para essa lentidão toda pode ser um malware com existência desconhecida, ou um número muito grande de programas que são carregados com a inicialização do sistema. Para te ajudar nessa tarefa, o TuneUp Utilities pode resolver esse e outros problemas presentes.

– O computador não inicia: aqui está mais um problema típico dos usuários. Pode ser provocado tanto pelo hardware quanto pelo software. Tanto por um arquivo corrompido do Windows, ou porque uma peça do seu computador apresenta algum problema sério (por exemplo, um disco rígido defeituoso). Nesse caso, você vai ter que utilizar o método do descarte de hipóteses para descobrir o culpado.

1. Se o computador não liga, pode ser que alguma peça esteja mal conectada, ou ele pode estar ligando, mas o monitor não exibe nada, por estar com algum defeito mais sério.
2. Se o computador não inicializa, talvez o problema esteja no disco rígido, que não está funcionando, ou um simples erro de sequência de boot na BIOS. Não exclua a possibilidade do Windows estar corrompido na sua instalação, necessitando ser restaurado.

De qualquer forma, não deixe de verificar todas as possibilidades.

O hardware e seus sintomas

Cada componente de hardware mostra um sintoma específico, que pode indicar algum problema mais sério no seu equipamento. Vamos resumir alguns dos sintomas mais comuns.

Disco rígido: se ele não está funcionando bem, ou está prestes a se danificar de vez, os arquivos salvos se apresentam corrompidos, demoram muito para serem abertos ou executados, até que o Windows pare de funcionar completamente.
CPU: se o processador começa a esquentar demais, o sistema começa a falhar, e a “tela azul da morte” começa a aparecer. O importante aqui é saber quando ela aparece: quando você está rodando um jogo que exige demais da CPU? Quando você está editando um áudio ou vídeo? Quando você está vendo um vídeo? Ou quando você está apenas navegando na internet?
Placa gráfica: se ela está com problemas, alguns erros são exibidos na área de trabalho do Windows, sempre de forma gráfica. Também é possível detectar problemas quando o driver de gráficos é interrompido, ou deixa de funcionar quando um jogo é executado, ou quando gráficos 3D são exibidos.
Ventiladores: se esses estão com problemas, os componentes internos se aquecem, e o computador começa a funcionar com dificuldade. Ou até mesmo se desliga automaticamente, para que a temperatura desses componentes abaixe.
Placa mãe: o diagnóstico aqui é bem mais difícil de ser feito. Esse é um item que, de forma obrigatória, você precisa recorrer ao método de descartes, para verificar qual é o item que não está funcionando bem.
Fonte de energia: essa é fácil, pois quando ela para de funcionar, o computador nem liga. Se for a fonte, você fatalmente vai descobrir, seja pelo descarte, ou verificando diretamente se passa alguma energia por ela.
RAM: outro item de difícil diagnóstica, pois pode apresentar a tal “tela azul da morte”, arquivos corrompidos ou aplicativos que se encerram automaticamente. Mais uma vez, o método de diagnóstico por eliminação é recomendado.

Como eu me asseguro que NÃO é um problema de hardware?

Comece verificando se o seu Windows não possui um malware instalado, ou se algum aplicativo não está com algum problema de instalação ou compatibilidade. Se isso não resolver, tente reinstalar o Windows, ou restaurar o sistema completamente, no seu estado original, sem programas adicionais. É importante garantir que os drivers estão funcionando de forma correta, para que que você saiba que eles não são os culpados dos problemas.

Se depois de tudo isso os problemas não forem resolvidos (telas azuis, encerramento da aplicativos, paralisações repentinas, etc), muito provavelmente, o seu problema passa a ser de hardware.