ios-8-android

A Apple anunciou o iOS 8, que foi apresentada como “o maior lançamento desde a estreia da App Store”. A versão conta com importantes novidades para a plataforma, mas muitas dessas funções “novas” já existiam no Android, o que faz com que sejam recursos “novos” apenas para os usuários do iOS mesmo.

Esse post faz um resumo dos itens mais evidentes que a gigante de Cupertino “se inspirou” na turma de Mountain View para melhorar o seu sistema operacional móvel.

Widgets

Usuários do iPhone ou iPad podem agora usar widgets básicos no iOS 8. Porém, diferente do que acontece no Android, os widgets do sistema da Apple só podem ser colocados na Central de Notificações, e não nas telas de início ou de bloqueio.

Notificações interativas

Agora, é possível interagir com as mensagens recebidas na barra de notificações, sem precisar abrir o aplicativo. Basta abrir a central e responder diretamente uma mensagem de texto ou outros eventos. Vale lembrar que tal recurso já estava disponível a algum tempo, como por exemplo nas mensagens do Gmail e outros aplicativos de e-mail, mas isso não é exatamente o mesmo que foi implementado agora, uma vez que é possível responder sobre o aplicativo automaticamente. E sim… firmwares baseados no Android incluem funcionalidades similares ao do iOS 8.

“Hei, Siri”

O assistente virtual do iOS agora pode ser ativado quando o usuário diz “Hei, Siri”, quando o dispositivo está conectado ao carro. Bom, usuários do Android 4.4. KitKat podem ativar o Google Now com um simples “OK, Google” a partir da tela de início, em independente se está conectado a um carro ou não. Mais: o Moto X permite o seu acionamento até mesmo com a tela desligada. Além disso, o Siri agora pode reconhecer músicas que escutamos, com a integração com o Shazam. E o Google Now faz exatamente a mesma coisa.

QuickType e teclados de terceiros

O novo teclado QuickType da Apple pode prever a próxima letra ou frase a ser digitada, além de permitir a instalação de um teclado de outro desenvolvedor que não seja a Apple. Os usuários do Android contam com a previsão de texto e a instalação de outros teclados há muito tempo, e o teclado padrão do Android já oferece a previsão de texto, além da redação via Swype, entre outros recursos. O único diferencial da Apple é que o QuickType vai aprender a forma como o usuário escreve em cada aplicativo, mas só poderemos comprovar sua eficiência na prática.

iCloud Drive

O iCloud Drive é a alternativa da Apple ao Google Drive, Dropbox, OneDrive e similares, oferecendo a possibilidade de armazenar todo o tipo de documentos na nuvem. Porém, a solução da Apple só oferece 5 GB de armazenamento, contra 15 GB do Google Drive. Sem falar nas demais alternativas existentes no mercado.

iCloud Phone Library

Com o iCloud Drive, os usuários podem agora acessar suas fotos a partir de múltiplos dispositivos. Tal como acontece no Android, através do Google+ Photos, que sincroniza as fotos e vídeos em todos os dispositivos com um navegador de internet e conexão na rede. De novo, a diferença está na capacidade de armazenamento: 5 GB oferecidos pela Apple, 15 GB oferecidos pela Google.

App Previews

Uma das principais melhorias da App Store é a chegada do App Previews, que permite aos usuários a visualização de vídeos de demonstração do aplicativo antes do download. Os desenvolvedores do Android sempre tiveram essa opção, para que os usuários visualizassem o app em ação antes do download na Google Play.

TestFlight

O TestFlight permite aos usuários o teste de aplicativos em versão beta, antes dos mesmos serem lançados de forma oficial na App Store. Algo que a Google já oferece no Android a algum tempo.

Extensões de Aplicativos

Antes, os aplicativos do iPhone e iPad se encontravam fechados na suas bolhas para oferecer uma maior segurança, mas limitando a comunicação que poderiam ter com outros aplicativos. Com o iOS 8, os aplicativos poderão se comunicar entre si para marcações de fotos em uma página web, ou encurtar URLs de uma página a ser compartilhada.

Os usuários do Android podem fazer isso por conta do seu sistema operacional mais aberto. Basta selecionar a opção de compartilhar, que o usuário pode realizar múltiplas tarefas em vários aplicativos, a partir de uma única tela ou navegador.

iMessage (voz e vídeo)

Os usuários do iMessage poderão enviar mensagens de vídeo e voz a partir do seu iPhone ou iPad com iOS 8. Também podem compartilhar sua localização com outros usuários, se assim desejarem.

Nem preciso lembrar que o WhatsApp faz tudo isso, mas existem vários outros serviços que já oferecem exatamente as mesmas opções.

A diferença é que as mensagens de áudio e vídeo do iMessage se auto-destruirão depois de um tempo… função essa que os usuários do Android já contavam no Snapchat e outros aplicativos.

Uso de bateria por aplicativo

Os usuários do iOS 8 poderão ver a quantidade de bateria que cada aplicativo consome no seu dispositivo, mostrando a porcentagem individual desse consumo. Os usuários de dispositivos Android podem ver essas informações há várias gerações do sistema operacional.

Esses são apenas alguns exemplos. Com certeza essa lista deve aumentar, conforme as novidades do iOS 8 forem reveladas por desenvolvedores e usuários. E quem sabe o quanto ela pode se tornar maior nas futuras versões do iOS?