conselhos-so-rapido

Esperar muito tempo para que o seu computador se inicialize é algo que irrita muito. A tecnologia nos acostumou a fazer tudo mais rapidamente, e um minuto esperando a inicialização do PC parece ser hoje uma eternidade. Isso pode ser solucionado com componentes mais novos e potentes, mas o hardware não é tudo.

Muitas vezes, o desempenho do computador está relacionado a questões de software, que podem ser solucionadas de forma simples, como por exemplo remover os itens desnecessários da inicialização. É óbvio que o hardware influi, e o conjunto das melhorias de hardware com os ajustes de software podem resultar em uma experiência muito satisfatória.

1. Utilizar um disco SSD

Enquanto um HD tradicional salva os dados em um mecanismo físico, o funcionamento dos SSD é similar ao de uma memória flash. Isso permite que eles sejam menores, mais silenciosos e principalmente, mais velozes na hora de acessar e gravar dados. São mais caros, mas são um investimento com retorno garantido, pelo desempenho que oferecem.

Contar com uma combinação de ambos, ou começar a enviar os seus dados na nuvem são boas alternativas para lidar com os tamanhos reduzidos do SSD. Além disso, desfragmentar o disco frequentemente é uma tarefa necessária para manter o desempenho do HDD, e você deve levar isso em consideração.

2. Agregar mais RAM no equipamento

Outro conselho infalível da parte de hardware é a adição de maior quantidade de RAM no computador. Se o seu equipamento é de 32 bits, há um limite de 4 GB, que devem ser utilizados por completo. Se é um modelo de 64 bits, 4 a 8 GB são recomendados, dependendo das suas necessidades. Mas nem tudo está na quantidade de memória. A frequência (em MHz) é muito importante.

Além disso, a RAM DDR3 é a mais moderna memória disponível no mercado, oferecendo frequências que variam entre 1066 e 2200 MHz. Optar pela mais alta não convém na relação custo/benefício, mas há muitos produtos disponíveis na faixa de 1600-1800 MHz, que são mais recomendáveis para a maioria.

3. Eliminar programas desnecessários

É importante fazer uma limpeza a fundo do nosso sistema operacional. Seja o Windows, o Mac OS X ou as distribuições mais populares do Linux, todos contam com ferramentas para revisar todo o software que temos instalado, e oferecem dados sobre a frequência de uso, algo útil para responder a pergunta “quantos programas instalados no computador você realmente usa?”

4. Remover softwares desnecessários da inicialização

Muitos programas se iniciam automaticamente na inicialização do computador. No Windows, esse acesso acontece quando executamos o comando “msconfig”, no OS X no item Preferências do Sistema, e no Ubuntu, dentro do painel de controle do equipamento. É preciso ser cuidadoso com essa limpeza, para que não sejam eliminados programas que você deseja que sejam inicializados. Uma boa regra é manter todos os programas considerados padrão adicionados, e questionar o acesso de aplicativos de terceiros.

5. Instalar ferramentas úteis

O CCleaner, disponível para Windows, OS X e Linux é um dos melhores, com alternativas muito interessantes para manter a boa saúde do seu computador. Nele, você pode apagar informações desnecessárias de aplicativos, remover programas da inicialização do sistema com uma interface mais amigável que o “msconfig”, limpar o registro do sistema, entre outras atividades.