650_1000_thumb-superpower-study

Uma equipe de pesquisadores suíços liderada por Anne-Dominique Gindrat, Magali Chytiris e Myriam Balerna publicou um estudo que mostra que o ato de digitar no smartphone com os polegares pode aumentar a atividade cerebral do usuário.

O estudo mediu através de encefalogramas como era a atividade em uma determinada região do córtex cerebral associada com o movimento dos dedos. E eles se deram conta que o cérebro está continuamente se adaptando ao uso das tecnologias que nos rodeiam, e o digitar ou manejar uma tela de toque é uma das que mais oferecem novas informações ao cérebro.

Nos testes realizados, eles mediram a resposta cerebral quando os voluntários tocavam e interagiam com a tela usando o polegar, o indicador e o dedo médio, e concluíram que a atividade cerebral aumentava consideravelmente. Mas o que motivou mais o estudo foi o resultado com os dedos polegares, mais utilizado para digitar mensagens de texto no smartphone, uma das atividades que os usuários mais realizam no dia a dia.

Os movimentos repetitivos dos polegares na tela é o o que mais molda a parte do córtex cerebral associada, e isso acontecia de forma diretamente proporcional ao tempo que se utiliza o dispositivo.

Via NBCNews