satya-nadella-microsoft

Para muitos, a compra do Wunderlist na última semana foi um grande acerto da Microsoft. E nos últimos tempos, eles estão usando bem o cartão de crédito black platinum.

Nos últimos cinco anos, a Microsoft comprou cinco empresas independentes, em transações que podem ser consideradas como chamativas. Algumas de maior ou menor porte, mas todas levantando muitas expectativas entre os usuários sobre o futuro da empresa.

E tudo começou em 2011.

 

Skype (Maio de 2011)

skype

O Skype era uma referência no mundo VoIP, e isso se mantém até hoje. Houve rumores que Facebook e Google estavam interessados na compra, mas foi a Microsoft que decidiu pagar US$ 8.5 bilhões na empresa. Agora, o Skype é o comunicador instantâneo padrão dos sistemas Windows, e um dos apps de videoconferência mais usados no planeta.

 

Nokia (Setembro de 2013)

stephen-elop-steve-ballmer-microsoft-nokia

Depois de meses de rumores e vários pretendentes, a Microsoft formalizou a compra da Nokia por US$ 4.25 bilhões, além de uma proposta de uso das patentes da empresa por 10 anos por US$ 1.85 bilhão. A Microsoft manteve a filosofia da Nokia com a linha de smartphones com Windows Phone, a Microsoft Lumia.

 

Acompli (Dezembro de 2014)

microsoft-acompli

A compra da Acompli foi confirmada horas depois da notícia vazar na web. A Acompli é uma startup que quer melhorar a experiência de correio eletrônico no smartphone. O valor especulado é de US$ 200 milhões, e a compra tem como objetivo principal melhorar a experiência do Outlook. A primeira grande compra da Microsoft pensando na produtividade.

 

Sunrise Calendar (Fevereiro de 2015)

sunrise-calendar

Para muitos, o Sunrise Calendar (Android, iOS) é o melhor aplicativo de calendário do mercado, já que possui grande êxito tanto no âmbito doméstico como empresarial. A Microsoft pagou US$ 100 milhões pelo aplicativo, e desde então as melhoras serão contínuas, o que o mantém como um dos líderes do mercado.

 

Wunderlist (Junho de 2015)

microsoft-winderlist

E na última semana, a Microsoft comprou a 6Winderkinder, a empresa criadora do Wunderlist que, para muitos, é um dos melhores aplicativos de gestão de tarefas do mercado. Mais uma vez a compra é pensada na produtividade, com grande foco no mercado profissional. O valor da transação não foi revelado, mas pode estar entre US$ 100 e US$ 200 milhões.

 

E o futuro?

O futuro é muito promissor para a Microsoft. Muitos usuários estão devolvendo a confiança na empresa que, com a chegada do Windows 10, está apostando muito alto.

É óbvio que o futuro é sempre imprevisível, mas o ritmo imposto pela Microsoft nos faz pensar que eles não vão parar por aí. Quais serão as próximas compras? Muitos bons candidatos estão por aí, criando interessantes aplicativos que encorajariam a filosofia dessa nova Microsoft.