smartphones

Parece que 2016 não será um bom ano para o mercado de smartphones. Pela primeira vez na história é esperado que o aumento em porcentagem não alcance os dois dígitos no final do ano, algo que começa a se confirmar já nesse primeiro trimestre.

O TrendForce compara os dados obtidos durante o primeiro trimestre de 2016 com os dados do mesmo período de 2015. Foram enviados 292 milhões de unidades, uma redução de 1.3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, e 18% em comparação com os dados do último trimestre de 2015. Possivelmente o dado mais importante está relacionado com a Apple, cujos envios do iPhone reduziram pela primeira vez se comparados com o mesmo trimestre desde 2007.

Durante o primeiro trimestre de 2016, foram enviados ao mercado 42 milhões de iPhones, uma queda de 43,3% em relação ao mesmo período de 2015. A previsão é que serão enviados ao mercado menos de 15 milhões de unidades do iPhone SE.

Sobre a Samsung, no ano passado a empresa enviou 316 milhões de dispositivos, e as previsões apontam para um número similar para 2016. Os sul-coreanos enviaram 81 milhões de smartphones durante o primeiro trimestre desse ano, um aumento de 2.5%, mas uma queda de 20% em relação ao último trimestre de 2015.

A Huawei fica com a terceira posição (atrás de Samsung e Apple, respectivamente), com 27 milhões de dispositivos enviados no primeiro trimestre de 2016. A Lenovo (com os números da Motorola) fica na quarta posição, ocm 17 milhões de unidades e queda de 5.6% em relação ao último trimestre de 2015. A Xiaomi fica com a quinta posição, com 16 milhões de dispositivos.

Depois de anos com crescimentos espetaculares, é normal que o mercado de smartphones alcançasse a sua saturação, ainda mais sabendo que há mais dispositivos no mercado do que pessoas. Isso mostra o sucesso desse tipo de dispositivo em todo o planeta, uma vez que soube se adaptar a consumidores de todos os tipos.

Via PhoneArena