google-chrome-devorador-ram

 

A Google quer mesmo fazer com que o Google Chrome pare de devorar toda a RAM do nosso dispositivo. E garante que a próxima atualização (Chrome 55) a ser lançada em dezembro vai fazer isso.

A gigante de Mountain View afirma que em seus testes em sites como YouTube e Reddit, o Chrome 55 obteve um consumo de RAM 50% menor que a média da versão atual, o Chrome 53.

A nova versão só chega ao mundo em 6 de dezembro. Haverá uma versão beta disponível antes para os mais corajosos.

Leve em conta que apenas quem tem pouca memória no computador ou quem usa muitas abas e aplicativos no navegador vai perceber alguma diferença. Mesmo assim, é uma grande notícia, já que a Google levou tempo demais para resolver esse problema de anos.

A Google alerta que este é só o começo de mais melhorias futuras que resultam no mesmo objetivo.

 

 

Será que eles conseguem?

 

Tomara.

Eu mesmo dependo do Google Chrome para fazer praticamente todo o meu trabalho aqui no TargetHD. Primeiro, porque minha vida está toda no Google. Segundo, porque é mais prático lidar com esse navegador para gerenciar os blogs.

Eu sou um daqueles que usa várias abas abertas, e estou consciente do quanto isso prejudica o desempenho do computador como um todo. Mas me condeno à isso.

Por outro lado, hoje tenho um computador de trabalho excelente, e não sofro mais de problemas com RAM (também, com 16 GB…).

Ao mesmo tempo, penso em quem depende de um equipamento mais limitado. Eu mesmo tenho o 2 em 1 da Positivo, que só tem 2 GB de RAM, e só se salva porque o Windows 10 é excelente na hora de gerenciar recursos.

Ou seja… demorou para a Google resolver esse problema. E espero que eles resolvam de uma vez por todas dessa vez.

 

Via CNETV8 JavaScript Engine, The Chromium Project