650_1000_xboxone

Já faz um tempo que a Microsoft está focada em utilizar a nuvem (ou melhor, no Azure) para os videogames. É esperado por um serviço para potencializar os jogos online, agora temos uma nova opção para o futuro: rodar os jogos do Xbox a partir do navegador de internet.

Tal experiência de jogos do Xbox no navegador do PC é, segundo dizem, mais que decente, com taxas de 60 FPS. Com isso, elimina-se a necessidade de comprar um console para rodar esses jogos, e isso pode ter implicações enormes para a atual divisão do Xbox na Microsoft.

 

Dificuldades pelo caminho

650_1000_titanfallazure

Algumas barreiras importantes precisam ser vencidas, mas parece que a Microsoft está superando todos os obstáculos técnicos. O lag, que é um grande inimigo dos videogames em um serviço na nuvem parece ter minimizado de forma notável nos últimos avanços da Microsoft, mostrando todo o potencial de sua estrutura na nuvem em jogos como Titanfall.

Outro problema? As licenças.

A Microsoft teria que chegar a acordos com desenvolvedores e distribuidoras de jogos para convencê-las do novo formato, que pode canibalizar as vendas desses mesmos jogos nas versões para PCs. Por outro lado, a adoção desse modelo pode significar o fim da divisão do Xbox na Microsoft. Afinal de contas… pra quê o console, não é?

A pergunta é óbvia, e fica mais interessante quando fontes próximas da Microsoft informam que eles estão testando esse formato de jogos online em todos os tipos de navegadores (incluindo o quase onipresente Chrome), e não apenas no Internet Explorer.

 

Alternativas e futuro

650_1000_onlive1

A OnLive já oferece um serviço desse tipo. Nos últimos dias eles anunciaram parcerias com a Philips, enquanto que a Sony trabalha para apresentar algo similar com a tecnologia da Gaikai, mas sem entrar em maiores detalhes.

Obviamente, essa opção abre uma nova porta para o segmento dos videogames, e se uma empresa como a Microsoft investe nesse formato, é sinal que o conceito está muito maduro. Fontes anônimas indicam que o projeto da gigante de Redmond já superou a fase de testes do conceito, mas anúncios oficiais ainda devem demorar a acontecer.

Outras iniciativas da Microsoft parecem apoiar esse tipo de projeto. Seus esforços por agrupar as suas plataformas são evidentes, e a futura convergência do Windows entre diversos dispositivos parece ser algo muito próximo de acontecer. O Xbox entraria nessa equação, e pode ser que essa plataforma seja desconstruída para se transformar em um serviço na nuvem, permitindo rodar os jogos no navegador, mas oferecendo a mesma experiência que temos agora no console.

Um conceito promissor, que vamos acompanhar bem de perto.

Via Microsoft