smartphone-8-games

Não resta dúvida que o Xbox One e o PS4 representam mudanças importantes dentro do mundo dos videogames, principalmente pela mudança de arquitetura para os processadores x86 e pelo uso de soluções gráficas convencionais, ou seja, de modelos que não contam com nenhum particular se comparado com outros gráficos disponíveis no mercado.

Isso era visto com bons olhos no começo, pois permitia planejar conversões perfeitas de jogos do console para o PC. Porém, a realidade foi muito diferente. Vários jogos da Ubisoft (AC: Unity e Batman: Arkham Knight como exemplos clássicos) tiveram suas adaptações para o PC fracassando de forma notável.

Deixando de lado essa polêmica, o desempenho do Xbox One e do PS4 é limitado, a ponto de equivalerem hoje a de um PC de linha média-baixa, algo que reforça o argumento que os dois consoles serão superados pelos dispositivos móveis em um ano. Quem afirma é Nizar Romdan, diretor do ecossistema ARM, que comenta que os tablets e smartphones top de linha atuais já são mais potentes que o Xbox 360 e o PS3, se aproximando perigosamente do Xbox One e PS4.

Com isso em mente, Romdan se atreveu a comentar que é muito provável que, em 2017, os hipotéticos Galaxy S8 e iPhone 7s vão superar a potência dos consoles de nova geração, algo que não implica necessariamente que veremos jogos com um nível de qualidade gráfica equivalente. De fato, não parece ser nada provável, a não ser que essa potência extra poderia ser aproveitada para obter novas e melhores experiências de realidade virtual (por exemplo).

Via Neowin